O que é a psicopatia e quais são as suas principais características

O que é psicopatia

Antes de mais nada precisamos saber que o nome correto desse transtorno é: Transtorno de Personalidade Antissocial (TPA). Ficou conhecido também por psicopatia, sociopatia ou transtorno da personalidade dissocial.

Caracteristicas de um psicopata

O psicopata acredita ter sempre razão e não apresenta emoções como o a compaixão e remorso. Falta lhe a empatia, que é a capacidade de se pôr no lugar do outro.

O psicopata apresenta deste a infância tendência a burlar ou violar, de forma repetitiva e persistente, os direitos básicos dos outros ou as normas e regras sociais apropriadas à sua idade. Praticam violações como:agressão a pessoas e animais, destruição de propriedade, fraude ou roubo e até mesmo, violação mais graves. Somam-se ao seu caráter a falsidade e o uso da manipulação.

 

A ausência de emoções faz com que o psiocopata não tenha taquicardia, suas mãos não suam de nervoso. Por isso passam tranqüilamente num detector de mentiras e conseguem sempre dominar as situações em que se encontram.

O psicopata apresenta competência social e liderança, ele sabe o que faz, com quem e por quê. Ele possui um encanto superficial e muita sedução, normalmente falam o que a vítima quer ouvir, são capazes de manipular aos pessoas ao seu redor. Eles utilizam essa habilidade como meio de atingir os seus fins.

Segundo estatisticas médicas, a cada 100 pessoas, 4 sofrem desse tipo transtorno de personalidade, que pode ocorrer tanto em homem como em mulher. A psicopatia é mais evidente nos homens. Crê-se que estão na proporção de 3 homens para cada uma mulher acometida desse transtorno.

A psicopatia se apresenta em 3 níveis de agravamento

A psicopatia se apresenta em 3 níveis de agravamento: no seu nível mais brando não torna o psicopata um criminoso, mas a sua natureza psicopática impõem que ele prejudique outras pessoas de forma, psicológica, emocional, financeira e até mesmo profissional. No nível mais grave, o psicopata que pode chegar a matar, mas somente 1% da população de psicopatas apresenta o modo mais grave.

Nos homens, o transtorno tende a ser mais evidente antes dos 15 anos de idade. Nas mulheres ele pode passar despercebido por muito tempo. Pois as mulheres psicopatas parecem ser mais discretas e menos impulsivas que os homens.

DSM-5

De acordo com o MANUAL DIAGNÓSTICO E ESTATÍSTICO DE TRANSTORNOS MENTAIS -DSM-5 (5ª EDIÇÃO), para que o diagnóstico de psicopatia seja firmado, o indivíduo deve ter no mínimo 18 anos de idade e deve ter apresentado alguns sintomas de transtorno da conduta antes dos 15 anos.

Quando, eventualmente, o psicopata vai para a prisão, são presos exemplares, bem comportados, amáveis, prestativos. Sendo muito hábeis em manipular chegam a convencer seus educadores de que estão corrigidos.

Como identificar um psicopata

Não é fácil detectar se uma pessoa é ou não um psicopata, especialmente se tivermos alguma ligação afetiva com ela.

Segundo a drª Ana Beatriz Barbosa Silva, autora do conhecidíssimo Best-sellers

Mentes Perigosas. O Psicopata Mora ao Lado

em sua entrevista para o site da revista REVISTA ÉPOCA:

REvista Época”há algumas características básicas entre eles: falam muito de si mesmos, mentem e não se constrangem quando descobertos, têm postura arrogante e intimidadora por um lado, mas são charmosos e sedutores por outro. Costumam contar histórias tristes, em que são heróis e generosos. Manipulam as pessoas por meio de elogios desmedidos. Se tiver de começar a desconfiar de alguém, desconfie dos bajuladores excessivos. Chefes também podem ser psicopatas – o que costuma se manifestar pelo assédio moral aos funcionários. Um dado interessante é que eles não sentem compaixão, pena, remorso. Mas sabem, cognitivamente, o que é ter esses sentimentos. Daí representarem tão bem – e às vezes exageradamente – a vítima”

<cite=””http://revistaepoca.globo.com/Revista/Epoca/0,,EMI15657-15295,00-ANA+BEATRIZ+BARBOSA+SILVA+PSICOPATAS+NAO+SENTEM+COMPAIXAO.html””>Revista ÉPOCA

Psicopatas podem fazer você sofrer grandes desilusões amorosas, é preciso estar atenta(o) a personalidade da pessoa com quem você quer se relacionar.

Atenção: Evite oferecer um diagnóstico amador. Uma coisa é suspeitar que alguém tem o distúrbio, outra é diagnosticá-la sem que você seja um psiquiatra ou psicólogo.

Estatísticamente falando, cada um de nós encontrará pelo menos 15 psicopatas ao longo da nossa vidas. Se você cair nas mãos de um(a) psicopata a possibilidade de você sofrer imensamente é de 100%.

TRAÇOS COMUNS ENTRE OS PSICOPATAS

As peculiaridades e as intensidades como se manifestam desses traços variam em relação ao gênero (homem/mulher), aparência ou porte físico, idade, posição social e nível cultural do psicopata. Lembrando que eles estão em todos os níveis sociais e econômicos da sociedade.

a) – O psicopata não gosta de nenhuma pessoa (pais, filhos, companheiro, amigos).
– No máximo ele tem um sentimento de posse sobre elas.

b) – Quando um psicopata forma uma família não faz por amor, mas para passar uma boa imagem à sociedade e assim obter benefícios para ele mesmo.

c) – Ele ou ela, vai acabar com as suas finanças e quando for embora você estará endividada e poderá até perder todo o seu patrimônio.
– E o que é pior, ele(a) destruirá a sua autoestima e sua credibilidade social.

Traços que também são comuns entre os psicopatas

Para te ajudar a evitar esse tipo de problema em sua vida separei alguns traços que são comuns na maioria das pessoas com psicopatia, segundo os psicólogos e psiquiatras.

Eles tem pouca ou nenhuma empatia

1. Psicopatas tem pouca ou nenhuma empatia
– Os psicopatas são totalmente indiferentes e insensíveis aos sentimentos alheios.

2. Eles são mentirosos e manipuladores, a falta de empatia dos psicopatas pode não ser facilmente percebida, visto que eles conseguem enganar as pessoas com as suas lágrimas falsas, se assim o desejarem.

3. Eles não aceitam ser contrariados e tem dificuldades em lidar com a rejeição e/ou a frustração, o que pode torna-los agressivos.

4. Por não sentir receios ou medos os psicopatas não teme as punições que suas ações possam acarretar.

5. Os psicopatas são pessoas que costumam ser bastante teimosas, agressivas e apresentam comportamentos explosivo.
– Muitas vezes eles tomam atitudes de modo impulsivo, sem levar em consideração os sentimentos das outras pessoas.

6. Sempre culpam os outros pelos seus próprios erros.
– Os psicopatas nunca acham que estão errados e colocam sempre a culpa dos seus próprios erros nas outras pessoas.
– Eles nunca vão reconhecer que estão errados e, consequentemente, não sentirão remorsos de qualquer coisa que tenha feito.

7. Algumas vezes os psicopatas também usam de manipulação para fugir dos seus erros, armando grandes encenações de arrependimento, puro teatro. Chegando mesmo a comover algumas pessoas desavisadas.

8 – Os psicopata não aprendem com seus erros.
– Por isso mesmo, ele dificilmente se corrige.
– Se ele não possui sentimento de culpa e não compreende o sofrimento dos outros, ele não consegue perceber o “porquê” de estar sendo corrigido ou a necessidade de auto corrigir o seu comportamento.

Para finalizar você precisa saber que psicopatia não é loucura nem doença, mas sim um grave transtorno de personalidade, que até onde a ciência médica sabe, no momento, não tem cura.

Sempre é bom repetir: Evite oferecer um diagnóstico amador. Uma coisa é suspeitar que alguém tem o distúrbio, outra é diagnosticá-la sem que você seja um psiquiatra ou psicólogo.

 

1 – COMO SER FELIZ NA VIDA EM 11 PASSOS SIMPLES

2 – 9 MANEIRAS DE COMO SUPERAR UM TÉRMINO DE UM RELACIONAMENTO AMOROSO

3 – 3 PASSOS PARA FAZER UM HOMEM TE AMAR